Os Cigarros de Geringó

Os Cigarros de Geringó Geringó tentou acender seu cigarro, cuja ponta estava molhada. Era um dos cigarros que estavam espalhados sobre a cerca úmida da varanda. A chuva caia a exatos dois dias e quarenta minutos. Ou algo assim. No chão, quarenta e quatro palitos de fósforo espalhados aos seus pés. Vendo que não conseguiria […]

Uma Última Vez

Uma Última Vez No paredão cinza há marcas de bala e sangue por todos os lados. Nunca vi uma parede tão alta em toda a minha vida. Eu não estou sozinho. Ao meu lado, duas pessoas que desconheço. Meu Deus, como estou nervoso! Minhas mãos doem de tanto apertá-las. O suor marcaria as minhas camisas […]

O Homem Silencioso

  Ele jogou a espada e o escudo sobre a neve. O som seco e oco do metal sobre a grama molhada tornou tudo mais fácil. O campo de batalha perdera todas as cores. O urro dos soldados fugia junto ao vento que levava do nada a lugar nenhum. Não havia mais porque permanecer ali. […]

Um Disparo na Madrugada

O disparo da Taurus acordou alguns dos moradores da rua César Augusto. A maioria deles permaneceu na cama, deitada sob a coberta. Talvez pelo fato do barulho de tiros não aguçar mais a curiosidade naquela região como outrora. Ou simplesmente por temerem a violência. Mas, para uma pessoa, a curiosidade foi maior que o medo. […]